Nesse artigo vou citar algumas medicações para parar de fumar, as que acredito darem certo e as que usei no meu processo de deixar o vício.

 

Bom antes de partir para o artigo em si, quero dividir uma pesquisa com você sobre o efeito placebo – pessoas a quem é dito que uma droga terá um determinado efeito experimentarão muitas vezes esse efeito, e na verdade haviam tomado um comprimido vazio, sem nenhuma propriedade ativa. Norman Cousins concluiu “ As drogas nem sempre são necessárias, mas a crença na recuperação é sempre”.

Um estudo notável relacionado ao efeito placebo envolveu um grupo de pacientes com úlceras que sangravam.

Este grupo foi dividido em dois:

As pessoas do primeiro grupo foi dito que iam receber uma uma nova droga que ia produzir alívio total.

As pessoas do segundo grupo disseram que iam receber uma droga experimental e não se sabia exatamente o efeito dela.

70% das pessoas do primeiro grupo sentiram alívio total, enquanto apenas 25% do segundo grupo sentiram o mesmo.

Em ambos os casos os pacientes receberam uma droga sem qualquer propriedade medicinal, a única diferença foi o que eles acreditavam.

Outros estudos conduzidos por Dr Andrew Weil mostram que experiências vividas por consumidores de drogas corresponde quase inteiramente às suas expectativas.

Ele descobriu que podia levar uma pessoa a quem dava uma dose de anfetaminas (estimulante) a sentir-se sedada e uma pessoa a quem dava barbitúrico (calmante) a sentir-se estimulada.

“A “magia” das drogas reside dentro da mente do utilizador, não nas drogas” concluiu Weil.

Enfim não quero dizer que a medicação para parar de fumar não pode te ajudar, o que quero que entenda é que ela pode sim, se você crer.

E vou começar citando o que eu usei e funcionou para mim.

Zyban

A bupropiona ou bupropion, previamente conhecida por anfebutamona, é um antidepressivo atípico da classe de inibidores da recaptação de noradrenalina-dopamina (IRND), que atua como inibidor da recaptação de dopamina, noradrenalina e mais fracamente, da serotonina.

Também é um antagonista nicotínico utilizado para tratar a dependência do tabaco, para perda de peso, e para tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade quando não há resposta aos estimulantes.

Eu fiz uso desse medicamento durante 30 dias, porém iniciei o desmame na 3 semana.

Claro que não atribui minha conquista de me livrar do vício ao Zyban, até porque já indiquei ele para várias pessoas inclusive minha própria mão que usou junto comigo e não conseguiu parar de fumar.

Atribuo meu sucesso em para de fumar a programação que fiz em minha mente e sim a utilizar tudo que fosse a meu favor para conseguir e isso, eu deixo bem explicado nesse ebook inteiramente grátis que você pode BAIXAR CLICANDO AQUI  e nele eu revelo os 5 passos que fiz para deixar de fumar.

Cigarro eletronico ou piteira

Muito útil para substituição do vício, porém totalmente inútil para se livrar de um vício e ainda não temos estudos comprovados de benefícios para a saúde nessa substituição.

Niquitin ou pastilhas de nicotina

Seu corpo estará livre da nicotina em menos de 7 dias e o mesmo já não terá necessidades dela, o que sabota as pessoas que param de fumar e voltam é a cabeça e a maioria passa mais que 7 dias sem o cigarro.

Altas doses de nicotina liberadas no corpo criam o enjoo o que faz a pessoas diminuir ou não conseguir fumar de forma alguma, isso conjugado com uma determinação de manter sua decisão, pode ser eficiente.

Acupuntura, massagens e yoga

Tudo que vai te trazer estabilidade, clareza mental e auto-confiança é bem vindo na hora de mudar seus hábitos.

Motivo, confiança e determinação são as palavras e essas ferramentas trabalham bem isso, acupuntura vai tocar em pontos que estimulam sua conquista em quanto massagem pode te deixar relaxado a ponto de não precisar recorrer ao cigarro e yoga vai trazer o equilíbrio necessário para manter sua mudança.

se VOCÊ quer saber como parar de fumar usando produtos caseiros e naturais Clique no link abaixo:

Como parar de fumar naturalmente.